30.4.11

Desaviso

Tenho gotas de sonhos breves.
Abro os olhos em minutos prontos
E esqueço teus olhares longos.
Meus dedos trêmulos e errantes;
Minha boca seca e muda;
Meus olhos abertos e sem foco;
Tenho um infinito distante e desbotado.
Tenho o desejo de bilênios
Refletido nos teus olhos ausentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário