2.7.11

Botão de flor

De passados remotos sinto a vertigem -
Feito a brisa de inverno antes da chuva.
De abraços apertados
[surge um sorriso insistente -
Feito o amor ao anoitecer.
De infinitos só vejo o tom desbotado -
Feito um caminho de lágrima seca.
Do amanhecer caem palavras novas -
Feito a viagem de retorno.
De teus olhos brotam saudades -
Feito beijos roubados em pracinhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário