17.9.11

Paredes/ Sonâmbulo

Teus passos incertos de bêbado,
Com cautela e medo -
Pra onde seguem?
Teus toques cegos no escuro -
O interruptor sempre some.
A casa imensa te engole
(os passos, as mãos, o grito, a alma)
Sem distrações.
Por onde se volta?

Um comentário:

  1. Que lindo, flor.
    Suas palavras são encantadoras :DD
    Seguindo já!!

    Passa lá na minha página depois ^^

    Beijos

    ResponderExcluir