18.10.11

Rumo norte

Sentado no meio da praça,
Entre árvores e brisas -
Com dedos do tempo aceita
[o vento;
Com olhos tranquilos
Vislumbra eternidades
[e infinitos degraus.
Sem a pressa do fim da tarde,
Arruma histórias e
[deixa anoitecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário