2.5.13

Bolhas-mundi

Vejo meio que do alto
[de qualquer lugar sem fim]
Uma cidade feita de bolhas- parabólicas.
Quase se pode alçar voo com tantas bolhas,
Se não abrigassem tanto desespero e solidão dissimulados.
Bolhas paradas,
Mas barulhentas ao ponto de reverberar.
Bolhas espalhadas por todos os lados
(feito praga).
Uma cidade cheia delas e ninguém vê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário